Canoagem de Velocidade e Canoagem Slalom - Glossário Olímpico e Paraolímpicos

Glossário Olímpico – Canoagem

Modalidades: Canoagem de Velocidade e Canoagem Slalom

Assim como o tiro com arco, a canoa acompanha a história da humanidade por séculos. Há registros arqueológicos, datados em aproximadamente oito mil anos, que comprovam a sua utilização desde tempos remotos.

Entretanto, a sua popularidade como esporte começou no final século XIX, na Inglaterra. Atualmente, a modalidade é dividida em duas competições, a Canoagem de Velocidade, introduzida nos Jogos Olímpicos de 1936, em Berlim, e a Canoagem Slalom com competições iniciadas em 1992, durante os Jogos Olímpicos de Barcelona.

A Canoagem de Velocidade é realizada em águas calmas, em percursos de 1000, 500 e 200 metros, balizados por boias. São utilizados caiaques para um, dois ou quatro atletas, vencendo a competição o atleta ou equipe que realizar o trajeto no menor tempo. Já a competição de Canoagem Slalom conta com canoas para uma ou duas pessoas e caiaques para um atleta e a prova é realizada em águas turbulentas, com 300 metros de percurso. Além disso, durante o percurso, os atletas devem ultrapassar de 20 a 25 portas suspensas. Vence a competição o atleta que finalizar a prova no menor tempo e com menos faltas.

Nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, as competições de Canoagem de Velocidade ocorrerão na Lagoa Rodrigo de Freitas, a qual receberá um píer temporário com capacidade de 10.000 espectadores. Além disso, está em construção o Estádio Olímpico de Canoagem Slalom, no Parque Radical.

A All Tasks, empresa-líder em traduções técnicas na América Latina, desenvolveu um glossário online com os principais termos de cada modalidade Olímpica, visando auxiliar os tradutores e informar aos interessados em geral sobre a terminologia que será utilizada durante os Jogos Olímpicos do Rio 2016™. Confira abaixo os principais termos de Canoagem de Velocidade e Canoagem Slalom.