Glossário Olímpico - Remo - Desde a Antiguidade - All Tasks

Glossário Olímpico – Remo

Remo

Desde a Antiguidade, o Remo foi utilizado como meio de transporte no Egito, Grécia e Itália e começou a ser praticado como esporte por volta do final do século XVIII e começo do século XIX na Inglaterra. O esporte está presente nos Jogos Olímpicos desde o primeiro da Era Moderna, em 1896. Entretanto, suas provas foram canceladas pelo mal tempo.

Durante as competições, os barcos podem ter um, dois, quatro ou oito remadores e cada atleta pode utilizar um ou dois remos. Quando a disputa inclui oito remadores há ainda o timoreiro, com a função de direcionar a embarcação e a tripulação. As provas são sempre em linha reta, em um percurso balizado por boias, chamado raias, e com distância de 2.000 metros. Vence o atleta ou equipe que finalizar o trajeto com o menor tempo.As disputas de Remo, nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, serão realizadas na Lagoa Rodrigo Freitas, localizada no centro da cidade e rodeada de montanhas, pela Floresta da Tijuca e pela estátua do Cristo Redentor, principal cartão postal da cidade. O projeto conta com a construção de um píer temporário, que terá a capacidade de 10.000 espectadores.

Confira abaixo os principais termos relacionados à modalidade Remo, nos idiomas oficias do Comitê Olímpico Internacional, COI. Esses termos fazem parte do glossário online, desenvolvido pela All Tasks, contendo os principais termos de cada esporte, para auxiliar atletas, tradutores e a comunidade durante os Jogos Olímpicos de 2016.