All Tasks - Norueguês: idioma das runas

Serviço de Tradução Técnica do Norueguês

Norueguês: idioma das runas

Língua germânica falada por aproximadamente 5 milhões de pessoas, principalmente na Noruega, o norueguês é muito próximo da pronúncia do sueco e da escrita do dinamarquês. Além disso, a geografia e os padrões de fixação na Noruega deram origem a uma miríade de dialetos locais e regionais – motivo pelo qual a tradução de documentação técnica do norueguês para qualquer outro idioma exige um profissional especializado nas três línguas, além de um vasto conhecimento cultural.

Por Juliana Tavares
Assim como as demais línguas escandinavas, o norueguês procede de um tronco comum, o proto-nórdico, do qual restam alguns fragmentos de inscrições rúnicas do século III. O alfabeto latino, introduzido junto com o cristianismo, substituiu os símbolos rúnicos e, no século XI, o norueguês já constituía um idioma próprio.No entanto, entre 1380 e 1814, devido à anexação da Noruega à coroa da Dinamarca, o dinamarquês ocupou a condição de língua oficial da Noruega, sendo utilizado, sobretudo pelas classes cultas e urbanas, enquanto, nas zonas rurais, as classes populares utilizavam dialetos, mais ou menos homogêneos quanto à pronúncia, léxico e sintaxe: o norueguês do oeste (vestlandsk); o norueguês do leste (østlandsk); norueguês do norte (nordlandsk); e o norueguês do centro (trøndersk).

Em meados do século XIX e em resposta aos desejos de nacionalizar o idioma e retomar a própria identidade do país, o linguista Ivar Aasen iniciou a construção de uma nova língua escrita que se configurava como norma nacional. A partir de então, passaram a coexistir duas versões escritas oficiais do norueguês, o Bokmål (Norueguês Livresco) e o Nynorsk (Norueguês Novo). O Bokmål baseia-se no dano-norueguês e desenvolveu-se a partir do dinamarquês escrito adaptado à fonologia do dialeto geral falado no leste da Noruega. O Nynorsk foi baseado numa compilação dos diversos dialetos do oeste da Noruega. As duas versões, porém, possuem a mesma consideração legal e docente.

Cerca de 20 mil indivíduos na Noruega, contudo, têm como língua materna o Sámi, que faz parte do ramo linguístico uralo-altaico.

Com um alfabeto de 26 letras latinas com mais três adicionais: æ, ø, å, o norueguês utiliza sinais diacríticos de forma limitada. As letras c, q, w, x, z só são utilizadas em alguns prenomes, sobrenomes de família e palavras de origem estrangeira. Os acentos agudo, grave e circunflexo podem ser utilizados para distinguir entre certos homógrafos, e também em palavras de origem estrangeira para assinalar a sílaba tônica ou preservar a grafia original. A maioria dos dialetos têm 18 vogais simples e seis ditongos. E, ao contrário das demais línguas escandinavas, incluindo a maioria dos dialetos de bokmål, o nynorsk conserva o uso do gênero feminino juntamente com o neutro e o masculino. Todas essas peculiaridades fazem com que a tradução de documentos em norueguês para qualquer idioma exija profissionais especializados.