Tradução Técnica Para O Setor de Automobilística

O atendimento para Automobilística

Já fornecemos traduções técnicas em mais de 20 idiomas para as grandes multinacionais fabricantes de veículos automotores, onde se incluem automóveis, utilitários, caminhões, ônibus, motocicletas e tratores. Nossa parceria com as empresas deste importante setor da economia foi tão intensa, que já chegamos até a “criar” algumas literaturas técnicas para grandes marcas, como é o exemplo da Volkswagen e Mitsubishi.

Quase quatro décadas oferecendo Serviços de tradução Técnica para o setor

Nosso primeiro projeto para o setor foi a tradução da literatura técnica do primeiro carro a álcool a ser produzido em série no mundo, pela Fiat Brasil, em Betim, MG.Continuamos a atender a Fiat por mais de duas décadas.

A segunda empresa que atendemos foi a General Motors, por muitos anos também e, na sequência, vieram a Volkswagem, Mercedes Benz Caminhões, BMW, Daewoo, Mitsubishi, Ford, Nissan, Audi, Citroen, Hyunday, Kya, Saab Scania.

Nosso envolvimento com a indústria automobilística no Brasil foi tão intenso, que nossa história praticamente se confunde com a história deste importante setor, um dos primeiros a impulsionar de forma mais intensa a nossa economia.

Automobilística – Um setor tão recente – Quem imaginaria?

Apenas para relembrar um período tão recente e que parece tão distante diante da enorme evolução do setor, vamos mencionar alguns fatos que hoje em dia podem até parecer bem curiosos. A Kombi foi o primeiro carro (no caso um utilitário) a ser montado aqui no país pelo Grupo Brasmotor, utilizando-se de peças importadas no sistema CKD (Completely Knocked Down).

Pode-se considerar, entretanto, que a indústria automobilística tenha realmente se instalado no Brasil a partir de 1956, com a fabricação da Romi-Isetta.

Também em 1956 a Vemag lançou uma camioneta da linha F91, produzida pela DKW, montada no Brasil. Já em 1958 foram lançados também sob licença da DKW, sedãs e camionetas da linha F94. Passaram a crescer então os índices de nacionalização de peças e componentes. Quem hoje se lembra do tão popular e mágico DKW, chamado pelos brasileiros de Decavê? De design inovador e esportivo, era a sensação dos que podiam na época adquiri-lo.

VOLKSWAGEM – Precursora do agigantamento do setor

A Volkswagem instalou sua primeira fábrica no município de São Bernardo do Campo em 1959, iniciando a produção da Kombi com altos índices de nacionalização, e logo em seguida do primeiro modelo do famoso Fusca.

A Chevrolet e a Ford, que abriram suas operações no Brasil como montadoras de peças importadas e fabricante de caminhões, iniciaram a produção de automóveis somente em 1968.

FIAT – Inovação com o suporte das Traduções Técnicas da All Tasks

A Fiat veio em 1976, mesmo ano em que a All Tasks iniciou suas atividades. Com fábrica em Betim, MG, ela inovou e assombrou a indústria automobilística internacional, construindo a primeira linha de produção de um carro a álcool em todo o mundo. Temos o prazer e o privilégio de poder mencionar que traduzimos os manuais técnicos para esse lançamento, considerado uma inovação tecnológica surpreendente em todo o mundo.

Apoiadas em uma política de reserva de mercado bem merecida no caso, essas empresas, apelidadas de AS QUATRO GRANDES, desfrutaram de supremacia no mercado brasileiro até o final dos anos 90.

Daí para frente, outros fabricantes e montadoras começaram a chegar, transformando completamente o setor automotivo brasileiro, até chegarmos a esta imensa diversidade de indústrias que temos hoje, oferecendo uma variedade cada vez maior de alternativas, em termos de modelos, níveis de conforto e preços.

Clientes

Allied, Continental, Cooper, Dura, Eaton, Fagor, Johnson Controls, Krupp, Maxion, MMC, tenneco, Tower, TRW, Valeo, Visteon; Volkswagen, Mercedes Benz Caminhões, BMW, Daewoo, Mitsubishi, Ford, Nissan, Audi, Citroen, Hyundai, Kia, Saab Scania, Renault, Kawasaki, Honda, Goodyear; Garret, Allied Bendix, Volvo, Scania, Toyota, Caterpillar, Komatsu, Agrale, Thamco.