Serviço de Tradução Técnica do Português - Empresa de Traduções - All Tasks

Serviço de Tradução Técnica do Português

Persa: mistérios do antigo império

Considerado um idioma pluricêntrico – motivo pelo qual sua gramática não apenas teria influenciado outras línguas, como também teria incorporado características de outros idiomas – o persa, ou parse (farsi), hoje é escrito com uma versão modificada do alfabeto árabe, embora não compartilhe da mesma estrutura. Sendo assim, a tradução de documentos em persa para qualquer idioma exige critério, conhecimento das variantes da língua (antigo, médio, moderno e clássico) e das diferenças culturais de cada região.

O idioma persa pertence ao ramo indo-iraniano das línguas indo-europeias e nos remete à grandiosidade do maior império do Oriente Antigo, que se estendeu do Mediterrâneo à Índia. É amplamente falado por mais de 40 milhões de pessoas que vivem no Irã, no Afeganistão, Armênia, Azerbaijão, Barein, Paquistão, Tajiquistão, Turcomenistão e Uzbequistão.
A diversidade é uma das principais características desse idioma e isso influencia até mesmo nos nomes que ele recebe. No Afeganistão, o persa é chamado de Dari. Já no Irã, o idioma é conhecido como Farsi; e Tadjique no Tadjiquistão – o idioma tem uma origem que remonta aos arianos indo-europeus, que teriam chegado a partes do Grande Irã por volta de 2000-1500 aC.Ao redor de 550 aC., a partir da província de Fars, no Irã, os antigos persas teriam espalhado sua língua e cultura a outras partes do planalto iraniano – um processo que continuou diante das invasões dos gregos, árabes, mongóis e turcomanos. A história conhecida do idioma o divide em três fases peculiares.

O persa antigo, por exemplo, era escrito no cuneiforme. Contrastando com o persa antigo, cujas formas faladas e escritas eram dramaticamente diferentes entre si, o persa médio escrito refletia o uso oral da língua. Tanto que no século II aC., os persas criaram o seu próprio alfabeto, conhecido como Pahlavi, que permaneceu em uso até a conquista islâmica do século VII. Gradualmente, o idioma se transformou no persa moderno, que abrange mais de 1000-1200 anos, com pouquíssimas variações.

A conquista islâmica da Pérsia marcou o início de uma nova história para a língua, que serviu, por um grande espaço de tempo, como língua franca nas partes orientais do mundo islâmico do subcontinente indiano – motivo pelo qual o idioma foi chamado de persa clássico.

Já o persa contemporâneo recebeu influência do árabe, russo, francês e inglês. Apreciado entre a elite educada, especialmente quando se trata da história, literatura, misticismo e arte, o idioma é composto de 32 letras, em sua maioria consoantes, além de três vogais longas e três pequenos símbolos utilizados como vogais curtas.

As frases em persa são formadas no padrão sujeito+ predicado+verbo. A tradução do persa para qualquer outro idioma é um desafio não só por conta dele ter uma estrutura diferente, mas também pela maneira como o persa é escrito, que varia de uma região para a outra.

Apesar de poucos verbos – o número de verbos em uso não ultrapassa 100 –, no Irã e no Afeganistão, por exemplo, o persa é expresso com uma variante do alfabeto árabe. No Tajiquistão, o persa utiliza uma derivação do alfabeto cirílico. O alfabeto latino, porém, é comumente usado em bate-papo online, fóruns, e-mails e SMS.

Além das diferentes formas de expressão em cada país, muitos dialetos são incorporados ao persa no dia-a-dia dos habitantes, o que tornam o idioma ainda mais difícil de ser compreendido por não falantes. Priorize, portanto, a qualidade da tradução de seus documentos. A All Tasks, empresa especializada na tradução de documentações técnicas de grande porte, normas técnicas e manuais técnicos, mantém uma equipe altamente qualificada para garantir a qualidade dos projetos de tradução para o persa.